Documento chama atenção para saúde auditiva na escola

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), juntamente com a Secretaria de Estado de Educação (SEE), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), o Conselho Regional de Fonoaudiologia 6ª Região e a Université Clermont Auvergne (UCA), da França, participaram da elaboração de uma Cartilha de Saúde Auditiva no Ambiente Escolar. O material foi desenvolvido de modo intersetorial para fomentar ações que atentem para a saúde da criança em período letivo.

“A cartilha é um meio de sensibilizar os profissionais da Saúde e da Educação para a importância da saúde auditiva, a fim de possibilitar o pleno desenvolvimento da criança”, afirma a referência técnica de saúde auditiva da SES, Ana Carolina Leite.

O objetivo do material é promover o acesso dos estudantes aos serviços da Atenção Primária à Saúde, por meio da articulação com demais espaços de proteção da criança, além de identificar em tempo oportuno crianças suscetíveis a apresentar alterações auditivas. Com isso, espera-se minimizar os danos causados pela deficiência auditiva na primeira infância e fortalecer as Redes de Atenção à Saúde.

Baixe aqui o Volume 1 sobre Identificação de Crianças com risco de Perda Auditiva

Fonte: Agência Minas

Leave a Comment