Diante da crise assistencial em que se encontra o atendimento pediátrico em Belo Horizonte e Minas Gerais, em especial nas Unidades de Pronto Atendimento, a Sociedade Mineira de Pediatria (SMP) e a Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) vem a público manifestar solidariedade aos pediatras mineiros.

O cenário atual do atendimento pediátrico mostra sinais de desassistência, falta de segurança e condições inadequadas de trabalho, principalmente devido ao desfalque importante das equipes médicas, problemas exacerbados pela quantidade e gravidade das doenças respiratórias nunca vistos na história recente do Brasil.

As equipes estão incompletas e exaustas para atender a alta demanda, que se agravou ao longo da pandemia. Mesmo assim, os pediatras, em conjunto com os demais profissionais da saúde, têm se desdobrado para manter o atendimento com o nível de qualidade pelo qual já é reconhecido.

Leia a nota na íntegra em:

Leave a Comment