O Centro de Convenções da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) recebeu nos dias 24 e 25 de junho o Simpósio de Medicina Intensiva Pediátrica, em Belo Horizonte. Em modelo híbrido, o evento foi realizado pela primeira vez com a inserção de aulas práticas e teóricas, que puderam ser acompanhadas pelos participantes presencialmente e virtualmente.  O Simpósio foi produzido pelo Departamento Científico de Terapia Intensiva, com a coordenação de seu presidente, Luís Fernando Andrade de Carvalho.

Durante a abertura do Simpósio, o presidente da SMP, Cássio Ibiapina fez questão de parabenizar os organizadores pela iniciativa, dizendo que esse era um evento histórico, o primeiro de muitos simpósios da terapia intensiva pediátrica. O presidente da SMP também apresentou a Nota conjunta entre SMP e AMMG de esclarecimento sobre a situação do atendimento pediátrico em Minas Gerais.

Ainda na abertura, o intensivista pediátrico Luís Fernando falou que a ideia do Departamento Científico é realizar este evento todos os anos, tentando a cada edição sensibilizar ainda mais pediatras sobre o assunto.

Programação

A programação científica começou na sexta-feira de noite com três aulas teóricas ministradas pelos intensivistas pediátricos Renata Quinet, que falou sobre “Analgesia e sedação da UTIP: desafios para evitar abstinência e delírio”; Jaisson Gustavo da Fonseca, com a aula “Reposição Volêmica no choque: métodos para avaliação da resposta a fluídos e escolha da solução”; e Luís Fernando Andrade, que expôs sobre “A criança com assincronia em ventilação mecânica: sedar ou ajustar parâmetros?”.

No sábado, o ineditismo ficou com a apresentação de aulas teóricas na primeira parte do evento, que foram exemplificadas por exposições práticas depois do intervalo. Para falar sobre “Cateter nasal de alto fluxo (CNAF)” foi convidada a intensivista Vanessa Cirno. Roberta Tonello, também intensivista, apresentou “US e ecocardiograma funcional (ECO)” e para finalizar o anestesiologista Hector Ferreira falou sobre “Via aérea difícil (VAD)”.

Leave a Comment