Dr. Jurandir Fabel: uma homenagem



A comunidade pediátrica de Minas Gerais perdeu no último dia 29 de agosto um de seus grandes expoentes: Dr. Jurandir Fabel. O médico foi mais uma vítima da COVID-19, falecendo em decorrência de complicações da doença. Pediatra, pupilo do Dr. Celso Lobo de Rezende, junto com os pediatras Diomar Tartaglia, Múcio de Paula e Clóvis Boechat, foi um dos primeiros neonatologistas de Belo Horizonte.

O médico, que dedicou sua vida profissional à pediatria do Hospital Felício Rocho, onde começou como residente, chegando à chefia da pediatria nos anos 2000, deixa um legado de trabalho e ensinamentos.

A Sociedade Mineira de Pediatria se solidariza com a família, os colegas e amigos de Dr. Jurandir. A perda de um profissional tão dedicado não abate somente a pediatria mineira, mas toda a sociedade.



“Jurandir era de uma outra época… Quando voltei do Canadá, em 1972, me pediu referências de lá e que lhe emprestasse livros que eu estudava, pois em BH não se encontrava quase nada importado nos livreiros e na recém-criada Cooperativa.

Estimulou-me a fazer cursos teóricos de neonatologia, evento que passou a ocorrer aos sábados, de 8 às 11 horas, no auditório da velha Maternidade Hilda Brandão, sempre com a presença dele, do Waldyr, do Urbano (Maternidade Odete Valadares), do Clovis Boechat, entre outros.

Era mais uma troca de ideias e opiniões, e lá o Jurandir apresentou a sua fototerapia artesanal que fabricou para o Felício Rocho. Auditório sempre cheio.

Tínhamos até mimeógrafo para imprimir aulas.

Tudo terminava com uma cerveja no bar do Sr. João, Alfredo Balena com Bernardo Monteiro.

Muitas boas lembranças!!!”

Dr. Navantino Alves Filho

Presidente SMP (1981) e membro da Academia Mineira de Pediatria

 

 

 

 

 

 

Leave a Comment